Roteador de fibra óptica: O que é e como escolher o melhor?

Sua rede doméstica impulsiona sua vida on-line, das mídias sociais ao entretenimento e conecta todos os seus dispositivos inteligentes.

No centro da sua rede está o seu roteador de fibra óptica, trabalhando nos bastidores para manter tudo conectado. Enquanto o seu provedor de serviços de internet (ISP) determina seus limites de velocidade e largura de banda, seu roteador pode criar ou interromper sua rede se você escolher o errado.

Gostaríamos de fornecer uma lista de roteadores que funcionem 100% para você, mas o problema com as redes domésticas é que cada ambiente é diferente.

O Wi-Fi de seus vizinhos, dispositivos mais antigos, paredes, pisos e até o micro-ondas podem afetar seu sinal de Wi-Fi.

A maioria dos provedores de internet oferecem roteadores grátis, com configurações limitadas com travas que impedem o aprimoramento. Por isso, o mais seguro para manter sua rede doméstica sempre ativa e com um bom sinal, o ideal é que você tenha um roteador próprio e de boa qualidade.

Em alguns casos, como casa com mais de um pavimento ou com extensões muito grandes, pode ser necessário a instalação de extensores de sinais (repetidores).

Mesmo se você não souber nada de redes de internet ou instalações de redes domésticas, você ainda poderá configurar a sua própria rede doméstica com um sinal de qualidade.

Confira o material que a KONNET preparou para você!

O que é o roteador de fibra óptica?

Um roteador de fibra ótica é um roteador que usa cabo de fibra ótica para transportar um sinal de dados. É muito mais rápido que qualquer outro tipo de roteador e, consequentemente, mais caro. 

Os roteadores para redes de fibra óptica decodificam os sinais vindo dos servidores para os computadores da rede doméstica, via Wi-Fi. Ele pode dividir o tráfego em redes e enviá-lo para onde precisa, como os correios podem separar as cartas e entregá-lo em endereços específicos.

Os roteadores são usados ​​para orientar o tráfego do computador em redes grandes e pequenas. A maioria dos roteadores domésticos e pequenos de rede são roteadores de cabo categoria 5 (cat-5) ou categoria 6 (cat-6) , que movem dados até velocidades de 1000 megabits por segundo.

Os roteadores de fibra óptica podem lidar com velocidades de até 10.000 megabits por segundo!

O roteador de fibra óptica é diferente dos demais?

A diferença básica entre os roteadores ADSL e VDSL2 é a frequência no qual trabalham. Enquanto os roteadores de cobre trabalham em uma frequência de 2,4 GHz, os roteadores de fibra óptica trabalham com a frequência de 5 GHz.

Porém, existe uma diferença que pode ser implícita quando se fala na diferença de um “roteador de fibra” para um “roteador de cabo”: a conexão física do cabo.

Como entendemos hoje o serviço ADSL, o “roteador ADSL” é, na verdade, um modem ADSL combinado e um roteador que entende o roteamento pelo modem.

Existe uma única conexão física – a linha telefônica. A maioria das pessoas parou de chamá-lo de modem / roteador e apenas usa “roteador” como atalho. Quando a “banda larga de fibra” foi iniciada, não havia modem e roteador VDSL2 combinado.

Em vez disso, você tinha um modem VDSL2 (para FTTC) ou uma fibra NTE (para FTTP) e um roteador independente. 

Este roteador possui uma entrada Ethernet para a conexão ao modem ou NTE, geralmente rotulado como EWAN. O roteador envia tráfego usando o protocolo PPPoE (over Ethernet), enquanto o modem descobre o material específico da linha física de cobre / fibra.

Então, há alguns anos, o termo “roteador de fibra” significava um modem com um conector EWAN, que não entendia o VDSL2. Pode ser usado no FTTC ou no FTTP.

Atualmente, estamos começando a ter uma escolha de modem+roteador VDSL2 combinados, que funcionam em princípio como os dispositivos ADSL equivalentes.

Modem, roteador e ONT: O que são e qual a diferença?

Como o nome indica, o modem é um dispositivo que converte o sinal analógico, enviado pelo cabo em sinal digital (0s e 1s), para que possa ser entendido pelo computador e transformados na internet, da forma que a gente conhece.

O modem também faz a operação inversa, quando você envia dados (por exemplo, upload) de volta à rede. Por isso conseguimos guardar arquivos na nuvem e compartilhar dados, por exemplo.

O roteador é um dispositivo que encaminha os pacotes de dados para a pessoa certa (endereço IP específico / endereço Mac) na rede. O trabalho do roteador é como o trabalho dos correios, que recebe o pacote (dados) vindos do modem e distribui para os endereços específicos (dispositivos).

O terminal de rede óptica, também conhecido como ONT, é um dispositivo específico para links de fibra óptica, onde um único link de fibra pode ser usado para enviar vários sinais, como TV, telefone, internet etc.

O ONT é basicamente um multiplexador / desmultiplexador que pode combinar ou separar vários tipos de sinais, todos eles podem usar o mesmo cabo óptico físico.

O que avaliar para escolher o melhor roteador?

Em alguns casos, o roteador fornecido pelo provedor de serviços de Internet cumprirá o papel muito bem e você ficará satisfeito com o serviço, especialmente se for emprestado a você como parte do pacote de assinatura de forma gratuita.

No entanto, se a sua operadora não oferece roteadores grátis ou se estiver desatualizado em comparação com os dispositivos que você está usando em sua casa, provavelmente você precisará comprar um novo roteador.

E já que você vai precisar comprar um novo roteador, nada melhor do que aproveitar e comprar o melhor para atender às suas necessidades. Você poderá considerar características como:

Padrões Wi-Fi 802.11 a / b / g / n / ac

O Wi-Fi é um padrão global e, para garantir que os dispositivos possam se conectar sem problemas, há especificações que devem ser seguidas.

Esse padrão é conhecido como 802.11, e as letras a , b , g , n ou ac a seguir designam a versão. As versões são compatíveis entre si, mas a conexão com uma versão anterior significa que o dispositivo será limitado na velocidade mais lenta.

O Wi-Fi não parou de evoluir e o AC, atualmente, é a versão mais recente, embora os dispositivos e roteadores da versão N ainda sejam relevantes e bastante comuns.

No entanto, devido à progressão, a compra de um novo roteador 802.11n, na maioria dos casos, não faz tanto sentido quanto a compra de um roteador AC, principalmente por causa do preço que eles caíram.

Novos dispositivos estão seguindo o caminho da AC, e é inteligente olhar para o futuro.

Banda única vs. banda dupla

A comunicação sem fio ocorre através de faixas de frequência, que podem ser vistas como estradas pelas quais seus dados viajam. Enquanto os roteadores de até 802.11g operavam apenas na banda de 2,4 GHz, o suporte a uma banda de 5 GHz foi adicionado no 802.11ne transferido para o 802.11ac (que opera na banda de 5 GHz).

Por quê? A banda de 2,4 GHz estava ficando lotada, levando a um cenário na hora do rush, onde o tráfego estava ficando congestionado.

Os dispositivos que podem usar apenas a banda de 2,4 GHz são chamados de banda única, enquanto os de banda dupla podem usar as bandas de 2,4 GHz e 5 GHz.

Enquanto a banda de frequência mais baixa tem um limite de velocidade mais baixo e é mais estreita, a banda de 5 GHz é muito mais larga e tem um limite de velocidade muito mais alto.

Existem desvantagens na banda de 5 GHz. Maior frequência significa que o sinal perde mais força ao lidar com paredes, móveis e outros obstáculos, embora os roteadores AC tenham algo chamado de “formação de feixe”, que envia um sinal na direção de um dispositivo, em vez de apenas pulverizar um sinal em uma esfera em torno dele.

Ainda assim, a velocidade aumentada e a estrada mais larga significam que é perfeito para transmitir vídeo e jogos em alta definição.

Os roteadores de banda dupla, simultâneos, devem ser o que você está procurando, pois oferecem as duas bandas ao mesmo tempo. Por que limitar-se a apenas um?

Considere a velocidade máxima da sua internet

Dentro de cada padrão de Wi-Fi, existem outras classificações que determinam o desempenho real que você obterá.

Você pode ver um roteador anunciado como AC1200 ou N600, mas isso não significa que você esteja obtendo uma velocidade máxima de 1200 Mbps ou 600 Mbps. 

Este número é uma combinação de velocidades de ambas as bandas. Por exemplo, um roteador AC1200 terá uma banda de 2,4 GHz com uma velocidade máxima de 300 Mbps e uma banda de 5 GHz com uma velocidade máxima de 867 Mbps (arredondada para a centena mais próxima).

Mesmo essas velocidades são teóricas e, nos testes do mundo real, você provavelmente não chegará nem perto desse número. Da mesma forma, se você vê um roteador rotulado com algo como o AC5000, ele não atinge magicamente 5000Mbps. Em vez disso, você está obtendo uma única faixa de 600Mbps 2,4GHz e duas bandas de 2166Mbps 5GHz.

Portanto, comprar o roteador maior e mais caro pode ser tentador, mas pagar por algo que você não precisa será frustrante. 

Por exemplo, se você está pagando pelo seu ISP um plano de internet de 50 Mbps e mora em um apartamento de um quarto, não faz muito sentido comprar um roteador AC5000 com oito antenas. Sua internet pode ser tão rápida quanto o ponto mais lento da conexão, o que, nesse caso, é provavelmente o que é fornecido pelo seu ISP.

5 roteadores de internet fibra óptica

Agora que você já sabe como os roteadores funcionam e o que você realmente precisa olhar antes de comprar um roteador novo, que tal conhecer alguns dos melhores modelos disponíveis no mercado? Confira:

1. TP-Link TL-WR941HP

O roteador de fibra óptica TP-Link TL-WR941HP é excelente para quem mora em apartamentos e casas de tamanho médio, ou empresas. Seu design arrojado com três antenas, garantem um desempenho superior aos demais roteadores, com um sinal muito mais estável e de maior alcance – até 900 m², sem obstáculos.

Suas antenas maiores, possuem amplificadores de sinais de 2,5 gHz, em 8 dBi e potência que chega a 1000 mw, para atravessar paredes e outros obstáculos que os roteadores comuns não alcançam.

Esse roteador também possui o módulo de repetidor de sinal e access point, para você configurá-lo como quiser. Para conhecer melhor o produto, você pode clicar aqui e acessar o site oficial.

2. Asus RT-AC68U

Um roteador de fibra óptica que faz juz ao nome da Asus. O roteador Asus RT-AC68U é uma inovação em tecnologia dual-band, que pode chegar até 900 mbps, e cobertura que elimina os spots mortos.

Esse roteador também possui garantia de total segurança contra invasores, o que faz com que ele seja um dos melhores roteadores para empresas. Você pode conferir todos os detalhes na página oficial do produto clicando aqui.

3. Intelbras HotSpot 300

Lançado há alguns anos atrás, esse roteador de fibra óptica já é sucesso de vendas. Pensado, principalmente, para os clientes do mundo corporativo, ele permite navegação de alta velocidade com login tradicional ou através de log-in no Facebook.

Sua versão 2.0 também trouxe uma antena que permite mais estabilidade no sinal e a possibilidade de criação de 4 redes sendo transmitidas pelo mesmo roteador, para que o sinal enviado para seus clientes não interfira no que você usa para o seu negócio.

A Intelbrás também disponibilizou um aplicativo para controle do Wi-Fi. Você pode ver quem está logado, modificar configurações e muito mais, através da tela do seu celular. Clique aqui para acessar a página oficial do produto!

4. TP-Link AC3200

Lançado em 2016, o  roteador TP-Link AC3200 ainda é uma das tecnologias mais modernas que se tem no mercado de roteadores. Seu design diferenciado com oito antenas, permite que o roteador trabalhe com sinals mais estáveis, direcionados e de maior alcance, podendo cobrir áreas mais extensas como casas, granjas, empresas, escolas,e universidades.

O roteador conta com um sistema duan-band, funcionando em 2,5 gHz e 5 gHz, podendo chegar a velocidade de 1300 mbps e função smart conect, que distribui os dados de acordo com a necessidade de cada dispositivo.

Todas as funções desse super roteador podem ser controladas através de um aplicativo de celular, disponibilizado para Adroid e IOS. Para saber o preço e ter acesso às especificações do produto, clique aqui e acesse o site oficial.

5. TP-Link Archer C60

Sendo um dos mais procurados aqui no Brasil, o Archer C60 não deixa a desejar em nada. Pequeno, potente e de fácil instalação, ele conquistou o coração dos consumidores que buscam por maior custo/benefício.

Além do preço (é claro) e da praticidade, o que mais tem chamado a atenção para esse roteador é a tecnologia MIMO, que distribui o sinal de forma justa entre os dispositivos conectados, evitando os congestionamentos e lentidões.

Sua tecnologia dual-band com cinco antenas externas permite que a taxa de transferência do sinal atinga velocidades de ate 1350 mbps. Clique aqui para acessar o site oficial do produto e conhecer todas as especificações.

Conclusão

Comprar um roteador novo não é uma tarefa fácil. Para que você continue sempre conectado e para que todos os dispositivos em sua casa funcione bem, o roteador é a peça principal. Uma escolha errada pode influenciar muito no resultado final.

Por isso, o mais importante é que você saiba exatamente como escolher o aparelho ideal.

Como pudemos ver ao longo do texto, é importante saber a diferença entre o modem e o roteador e, também, as diferentes conexões e configurações que eles podem ter.

Alguns modelos são famosos no mercado, seja pelas facilidades ou pela potência, mas comprar um roteador precisa ir muito além da escolha entre os “mais bem falados do mercado”.

Agora que você já sabe como escolher um bom roteador e conheceu algumas das opções mais bem avaliadas, é só escolher o aparelho ideal para a sua rede doméstica.

Você gostou do nosso artigo e quer ficar por dentro de mais conteúdos sobre Tecnologia? É só acessar o site ou as mídias sociais da KONNET.

Compartilhar
Contratar pelo WhatsApp
Contratar
Escanear o código
Olá, querido(a) visitante!
Como podemos lhe ajudar hoje?